José de Abreu

21 de janeiro, 2013

José de Abreu

Foi uma paixão imediata:
Nós  e o Serrote!
Que bela surpresa!
Que local lindo!
Quantos canarinhos da terra, enchendo nossos olhos e ouvidos.
O ruído da água e da roda d’ela.
Caipirinha de garapa e de capim santo…
E a comida, ai, Deus, como comemos!
Tudo especial, Ana e Flávio
Só experimentando a convivência,
Falar ou escrever sobre nunca vai ser igual.
Conviva e entenda!
Fim de tarde de domingo:
Luana e Francisco tocando as galinhas do galinheiro.
Que crianças de sorte, poder crescer
Aqui na Fazenda do Serrote
Té a volta, já, já.

Comments are closed.